fbpx

Autossabotagem: Como vencer o jogo da mente?

Procrastinação, automedicação, uso abusivo de álcool, alimentação inadequada…
Estes são alguns comportamentos que podemos assumir como forma de autossabotagem.

Autossabotagem é toda e qualquer ação que realizamos e que atrapalham os nossos objetivos e metas de crescimento pessoal e profissional.

Quer fazer uma dieta?

Começa a ter vontade de comer todos os doces que vê pela frente (e os que não vê também) =)

Quer empreender em um projeto? 

As ideias somem, você pega aquela gripe que te deixa na cama e sem vontade de fazer nada.

A autossabotagem é sutil, chega de mansinho, vem disfarçada em suas mais convincentes desculpas. Mas apesar de sutil, seus resultados não são nada suaves.

Quando você percebe o tempo já passou, já perdeu aquela oportunidade e o corpo já está reclamando as consequências.

São vários os motivos pelos quais nos deixamos ser levadas pela autossabotagem, mas dentre os principais está a nossa relação com a autoestima.

Nossa autoestima pode ser facilmente prejudicada por aquelas crenças disfuncionais que colocam a gente o tempo todo no questionamento sobre nossa capacidade e merecimento.

Um sintoma muito comum da autossabotagem é a procrastinação, que nos dá a falsa sensação de que estamos nos protegendo: “é melhor a justificativa de que não tive sucesso porque não fiz, do que assumir o risco e a vergonha de fracassar.”

Você se identifica com alguma desta questões?

Dê uma breve avaliada em sua vida agora.

O que você quer construir ou conquistar?

Você está se preparando para isto ou está adiando as ações necessárias para alcançar o seu objetivo?

Como você pode perceber a autossabotagem envolve pensamentos e comportamentos. Um alimentando o outro em prol de um resultado – seja ele sucesso ou fracasso.

Embora o tema seja um pouco mais complexo e mereça um bom aprofundamento, uma boa iniciativa para sair do ciclo da autossabotagem é (re)conhecer o seu padrão.

Você tem uma Mente Condicionada  ou uma  Mente Treinada?

Se você está adiando as suas ações você está sendo movida por uma mente condicionada.

Se você, mesmo diante dos desafios, se movimenta para alcançar seus objetivos, você tem uma mente treinada.

Uma mente condicionada sempre nos levará para a estagnação e para a procrastinação.

Uma mente condicionada é uma mente que funciona na autossabotagem.

O quanto você se sente estagnada, o quanto você se pega procrastinando e deixando sempre para depois as ações que poderiam te levar adiante?

Você sente mais força nas argumentações de bloqueios e derrotas do que na sua capacidade de superar os obstáculos?

Então você precisa começar a desenvolver habilidades para superar a sua mente condicionada!

Uma das maiores artimanhas da Mente Condicionada é utilizar o MEDO!

A sua mente te conta o tempo todo, que do jeito que você está é mais seguro; que dessa forma você está protegida do perigo e da vulnerabilidade.

E ISSO NÃO É VERDADE!

Você pode sentir uma pseudo segurança e uma pseudo proteção em sua situação atual, mas se está o tempo todo se questionando e procurando algo que te faça mais feliz, mudanças precisam ser realizadas em sua vida!

Então bora QUESTIONAR o JOGO DA MENTE e começar a mostrar para ela QUEM MANDA em suas ESCOLHAS e DECISÕES?

COMO VENCER O JOGO DA MENTE?

1) IDENTIFIQUE O SEU PADRÃO

Uma boa forma de fazer isto é criando um CARTÃO DOS PENSAMENTOS.

Todas as vezes que você tiver que fazer uma escolha, anote o que está pensando. Depois observe qual é o padrão. 

É otimista? 

É pessimista? 

É sabotador? 

Está sempre te colocando para baixo? 

Reconhece seus valores? 

Reconhece suas qualidades? 

Identifique o seu PADRÃO de PENSAMENTO.

Tomar consciência, é o primeiro passo para a mudança.

2) TREINE SUA MENTE PARA A GESTÃO DOS PENSAMENTOS

Todas as vezes que perceber que seus pensamentos estão te colocando para baixo, sugando suas energias, tirando a sua POTÊNCIA DE AGIR; traga a consciência para o momento, faça uma pausa de atenção ao corpo e à respiração, quebrando a força do pensamento ruminante.

Uma boa estratégia para a desidentificação com os pensamentos é a técnica do Oi, Obrigado, Tchau. 

Quando se perceber num ciclo de pensamento ruminante, repita mentalmente:

Oi pensamento > Obrigado pensamento > Tchau pensamento

E deixe-o ir embora!

Sim!

Desapegue-se do que não é ÚTIL para você. Desapegue-se do que te faz mal.

 3) DESENVOLVA O OLHAR DE PRINCIPIANTE

Eu já sabia disto!

Esta frase é a mais perigosa armadilha da mente.

Pare de achar que você já sabe tudo. Isto te impossibilita de tomar contato com seus gaps e reconhecer a sua necessidade de novos aprendizados. 

Há sempre algo novo para aprender, mesmo sobre o que você já conhece.

ABRA-SE para a novidade de olhar para TUDO como se fosse a primeira vez. 

Certamente você terá muitas coisas novas a aprender e isto vai te fortalecer para não entrar de novo no jogo da mente condicionada.

Que tal abrir espaço na mente para colocar estas dicas em prática esta semana?

Experimente, perceba as mudanças que estas ações podem lhe oferecer.

Sentiu algumas mudanças positivas? Continue e busque novas estratégias para motivar o seu desenvolvimento pessoal e profissional. 

Este é só o começo de um caminho que você pode trilhar em busca de uma vida mais consciente, consistente e com muita realização!

Cuide do seu Mindset, desenvolva hábitos para fortalecer uma mente saudável e positiva!

Nossa natureza é a do Crescimento Contínuo e Evolução. Estar nesta jornada é uma escolha sua.

Lembrou de alguém que pode se beneficiar com esta postagem?

Compartilhe! =)

Autossabotagem: Como vencer o jogo da mente?
Rolar para o topo
Scroll Up